Por que algumas mulheres gostam de sentir dor durante o sexo?

O assunto do momento é o filme “50 tons de cinza” que aborda o sadomasoquismo, filme esse que está levando milhares de pessoas ao cinema.

Por que algumas mulheres gostam de sentir dor durante o sexo?

Para entender porque algumas mulheres gostam de sentir dor durante o sexo, podemos entrar um pouco no assunto sadomasoquismo, isso porque o sadomasoquismo representa o casal: um sádico, que gosta de provocar sofrimento e um masoquista, que gosta do prazer de sentir dor durante o sexo.

Entenda porque algumas mulheres adoram sentir dor no sexo

Uma das justificativas médicas para explicar o porquê de algumas pessoas gostarem de sentir dor durante o sexo é que os nervos sensoriais das regiões genitais, masculinos ou femininos, são os mesmos que transmitem sensações de dor e prazer.

Demos o exemplo do sadomasoquismo para aprofundar o assunto, porém ele é o extremo desse fetiche sexual do “prazer com dor”.

O que muitas mulheres gostam mesmo é de uma pegada mais forte, que não necessariamente cause dor, como tapinhas no bumbum, mordidinhas, puxões de cabelo, apertos na carne…

Dicas para satisfazer uma mulher que gosta de dor durante o sexo. Não vamos aprofundar em dicas para mulheres que gostam do ápice do sadomasoquismo ok? Vamos focar nas mulheres que gostam de sexo com uma pegada mais forte.

  • A mulher deve estar excitada, se ela gosta, fale algumas palavras de xingamento, ela vai começar a entrar no clima.
  • Puxe o cabelo da parceira durante o ato sexual.
  • Leves mordidinhas pelo corpo vão dar muito prazer a sua parceira com certeza.
  • Arranhões nas costas e pegadas mais fortes farão a sua parceira se sentir a própria Anastasia do “50 Tons de Cinza”.
  • Mais forte! Transe como se não houvesse amanhã. Capriche na intensidade na hora do “rala e rola”.
  • Se vocês gostam de apetrechos, algemas e chicotinhos podem esquentar e muito essa transa!
  • Palmadinhas – Mulheres geralmente adoram receber palmadas no bumbum enquanto estão transando de quatro.
  • Segure o pescoço dela enquanto ela goza.

Uma coisa que você tem que entender é que a mulher não necessariamente gosta da dor, ela gosta mais da encenação, é uma coisa do tipo faz de conta, por isso é bom você dosar e saber que há um limite tênue entre o sexo com violência brutal e o sexo com pegadas mais fortes e consentidas, não é átoa que até no sadomasoquismo existe a regra de inventar uma palavra para servir como código de segurança, caso o parceiro passe dos limites.